Primo Rossi compra carteira do Consórcio Nacional ABC



No dia 28 de setembro de 2004, o Banco Central homologou a transferência da carteira do Consórcio Nacional ABC, do Grupo Algar, ao Consórcio Primo Rossi, do Grupo Empresarial Primo
Rossi.

Com esta aquisição, o Consórcio Primo Rossi passou a administrar uma carteira de 38.513 consorciados, entre ativos e inativos, total 170% superior a 14.282 cotas. Com isso, Primo Rossi passar a atender 52.795 consorciados, além de ampliar sua área de atuação.

A empresa que, até maio de 1999, atuava somente em São Paulo, com a compra da carteira do Grupo M (Mappin e Mesbla) naquele ano, aumentou sua abrangência para os estados do Ceará, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e em mais cidade de São Paulo.

Em 2003, o Consórcio Primo Rossi voltou a investir, desta vez na aquisição da carteira da União dos Revendedores Autorizados Volkswagen do Estado do Rio de Janeiro.

Com a transferência da carteira do Consórcio Nacional ABC, Primo Rossi alcança as cidades paulistas de Ribeirão Preto, Santa Fé do Sul e São José do Rio Preto, Cuiabá (MT), Fortaleza (CE), Itumbiara (GO) e os municípios mineiros de Formiga, Ituiutaba, Uberaba e Uberlândia.

Nesse novo cenário, do total de 52.795 consorciados, ativos e inativos, o Consórcio Primo Rossi passa a ocupar a 5ª colocação no ranking nacional de consórcio de imóveis e motos, respectivamente com 10.211 e 23.874 cotas. E em 19º lugar no consórcio de automóveis, com 18.710 cotas.

"O investimento realizado na transferência do Consórcio Nacional ABC nos credencia a estarmos entre os maiores conglomerados de consórcio do País", disse Mônica Rossi, vice-presidente do Consórcio Primo Rossi.

 

Fonte: Canal Executivo


 
Automotivos
 
Automotivos
 
Automotivos
 
Automotivos